segunda-feira, 4 de junho de 2012

Vida após a morte



"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."  (João 3 : 16)

Esse talvez seja o versículo mais batido pelos cristãos, o primeiro que a gente decora, e primeiro que a gente ensina, sempre que leio tiro uma mensagem nova desse texto tão pequeno.

A condição de termos vida eterna hoje dependeu de um fator importantíssimo, o grande amor do Senhor por nós, humanidade ingrata que não merece nada porem recebe o sangue de Jesus Cristo o filho unigênito de Deus, para nos limpar de toda sujeira do pecado.

E aos que nEle crerem não perecerão, estamos falando de um tempo futuro, perecer é sinônimo de sofrimento, e neste caso eterno, enquanto o evangelho de nosso tempo prega uma vida prospera e sem enfermidades, Jesus foi mais alem e nos prometeu uma eternidade de Paz.

A gente passa muito tempo correndo atrás de coisas que nos causam uma felicidade momentânea, somos motivados a ter, mais que ser, e quando atingimos aquele objetivo sentimos necessidade de uma motivação nova, e ai que fica minha pergunta depois que cumprir todos os objetivos terrestres, ter filhos, ver netos e estar aposentado naquele bom emprego, o que sobra?
Sobra morte após a morte ou vida após a morte...

Hoje a gente tem a opção de escolha!!!!  Te digo escolha a vida, a vida que só Jesus pode dar, vida eterna!,

Creia no amor de Deus por nós, aceite que Jesus Cristo levou sobre si todo nosso fardo, nossas dores para que tenhamos uma vida de Paz junto de nosso Senhor.

Juliana Viana

Nenhum comentário:

Postar um comentário