sexta-feira, 13 de junho de 2014

Saudade de vós

É lindo quando paramos um pouco para meditarmos na palavra de Deus. Hoje eu parei para refletir sobre a carta que Paulo escreveu a todos que estavam em Filipos.
Logo no início da sua carta, Paulo registra uma prática a qual muitos de nós hoje em dia temos deixado de lado. “Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós, fazendo sempre com alegria, oração por vós em todas as minhas súplicas” v3-4.
Quantas vezes temos lembrado de pessoas especiais para nós e nem sequer fazemos menção delas com Deus, quantas vezes quando paramos para orar em vez de termos alegria em nosso coração, estamos enfadadas no cansaço, em problemas e preocupados com o tempo. Paulo demonstra todo o seu agradecimento a essas pessoas pelo comprometimento que elas têm tido com o Evangelho de Cristo.
Ei, calma aê... se orar por aqueles a quem eu amo está difícil, quer dizer que eu deva orar por aqueles que tem cooperado com o evangelho.
Amigo, eu não quero aqui dizer o que você deve ou não fazer, eu quero fazer você parar por um instante para repensar com tem sido nossa vida de oração, afinal “...aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao Dia de Jesus Cristo. ” v6
Paulo amava tanto aquela igreja que ele deixa claro quando lemos o versículo 8 o seguinte: “Porque Deus me é testemunha das saudades que de todos vós tenho...”
Eu não sei como essas palavras soa pra você, mas pra mim isso demonstra um amor profundo; pois só sentimos saudades de quem nós realmente amamos e quando leio que Paulo coloca Deus como testemunha disso, percebo quão grande amor ele tinha com esse povo.
Meu desejo é que sigamos com esse exemplo, que amemos uns aos outros, que sintamos verdadeiramente saudades de quem não está por perto e principalmente que intercedamos com alegria por quem tem sido um diferencial na nossa trajetória e na propagação do Evangelho.

Que Deus os abençoe. Karina Telles

Nenhum comentário:

Postar um comentário