segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Moisés



Faraó deu ordem para que as parteiras matassem todos os bebes meninos que nascesse dos hebreus. As parteiras desobedeceram, disseram a Faraó que as mulheres hebreias eram fortes e que quando chegam elas mesmas já tinham começado o trabalho de parto.
Desta forma, não poderiam dizer que as crianças teriam morrido no parto.

Foi assim que nosso amigo Moisés escapou pela primeira vez das mãos de faraó.
A filha do rei encontra uma linda criança em um cesto no rio enquanto tomava seu banho, era esse nosso protagonista da historia.

Após três meses, já não era possível esconder a criança e então a mãe de Moisés deu a criança nas mãos de uma menina, sua irmã, que o colocou no rio, ficou escondida e logo que percebeu que a filha do faraó precisava de ajuda entrou em cena:

Então a irmã do menino aproximou-se e perguntou a filha de faraó: A senhora que eu vá e arranje uma ama hebreia para criar o bebe?”                             “Sim, faça isso”, respondeu a filha do faraó. E a moça foi chamar a mãe do menino. Então a filha de faraó disse a ela: “leve este menino e crie para mim. Pagarei pelo seu trabalho. A mulher levou o menino e o criou. Quando o menino cresceu, a mãe o levou à filha do faraó que o adotou. Assim ele passou a ser o filho da filha do faraó. Ela o chamou de Moisés, dizendo: ”porque eu o tirei das aguas”. Êxodo 2.7 a 10 bíblia viva

Percebemos que a irmã de Moisés deu o rumo na vida do menino, ela quem ficou espiando enquanto o cesto se aproximava, e prontamente sugeriu uma ama, que era a própria mãe da criança, para cria-lo.
O que teria acontecido a Moisés se a moça não estivesse lá?
Sabemos que foi Deus usando a menina para que tudo saísse de acordo com sua vontade.

 A bíblia nem se quer sita o nome da menina que teve tanta importância nesta historia, seu nome não pode ser lembrado ou reconhecido. Não alcançou fama, não foi mencionada depois.
Interessante como essa historia nos faz pensar nos dias de hoje, vemos pessoas fazendo coisas dentro da igreja, por exemplo, ou em qualquer outra área, não por amor, obediência, mas buscando algum reconhecimento.

Por vezes Deus vai nos usar, por vezes veremos o milagre e tantas outras vezes Ele vai fazer coisas que as palavras não vão conseguir explicar e ninguém nunca vai saber.
Deus quer nos usar e por vezes nós querermos o reconhecimento, essa combinação não combina, afinal, toda honra e toda gloria deve ser dada a Deus.

Qual nossa verdadeira motivação naquilo que fazemos? Estamos nós em busca de reconhecimento e etc.. ou estamos nós obedecendo por amor?
Deus nos abençoe e nos guie pelo caminho da sabedoria, do amor e gratidão.

Juliana Viana

Nenhum comentário:

Postar um comentário