sábado, 9 de agosto de 2014

Pecado isolado



Será que é pecado falar de pecado?
Aquilo que não devemos fazer, mas fazemos aquilo que nos leva para longe de Deus, que impede nossa comunhão com o Pai, que mancha nos vestes que foram lavadas com o sangue de Jesus.

Coisa boa que temos prazer em fazer, mas que trazem péssimas consequências.
Se pecado fosse ruim ninguém pecava, mas somos tentados nas coisas que mais nos atraem, ninguém fica tentado a comer um prato de berinjela com jiló! Agora coloque um delicioso bife, batatas fritas, ou sua comida predileta.
Nossa luta constante pra vencer as obras da carne e produzir os frutos do espírito. Gálatas 5. 21 e 22
Inveja é a grande causa dos irmãos de José terem vendido no ao Egito

E os patriarcas, movidos de inveja, venderam José para o Egito; mas Deus era com ele.” Atos 7.9

interessante que eles planejaram matar José, mas um deles sugeriu vende-lo, e com parte das vestes de José nas mãos, dizer ao pai que um fera teria devorado.

O pecado surge primeiro na mente, então começa a avalanche desencadeada pelo floco de neve menor que suavemente chegou ao topo da montanha.
Não existe pecado isolado, depois de ter vendido José os irmãos mentiram ao pai, esconderam até que encontram José novamente no Egito. Anos sustentando uma mentira.

Pra esconder um erro acabamos cometendo outro e outro e pronto, avalanche.
Espírito Santo de Deus nos ajuda, é como se uma luzinha vermelha acendesse quando os pensamentos estão indo por caminhos perigosos, por vezes conseguimos desviar dos obstáculos, e por vezes batemos com força na curva.

Não é fácil vencer essa guerra, as batalhas são diárias, como armamento temos que manter a mente ligada ao Pai, para que o Santo Espirito nos guie pelo caminho da verdade, amor, alegria, paz, paciência, retidão, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio.

Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Filipenses 4.8

Juliana Viana

Nenhum comentário:

Postar um comentário